mai 19, 2016

Marketing de proximidade – Quando a tecnologia abraça o marketing

Tecnologia e Marketing

Tudo começa com uma pesquisa, na década de 50, para entender como funcionavam as relações de amizade entre os estudantes do novo Complexo Westgate no MIT. Eles descobriram que as amizades mais fortes eram frutos da proximidade, ou seja, os estudantes que eram vizinhos tinham um vínculo maior. Dessa pesquisa foi possível tirar uma conclusão, a proximidade física desempenhou um papel importante na criação da amizade e que a proximidade é responsável pelo formação de vínculos. Nomeada de “os estudos Westgates”, tornou-se referência no que se entende hoje como efeito proximidade.

Marketing e a Lei de proximidade

A lei da proximidade diz que quanto maior for a proximidade física ou psicológica de uma pessoa, maior a possibilidade de constituição de amizade ou um relacionamento duradouro. Primeiramente, a pesquisa estava focada nas relações do ambiente físico com as interações interpessoais do convívio, contudo, a internet trouxe novas experiências e possibilitou a ampliação das relações e com ela novos conceitos de proximidade virtual, muito observadas pelas mídias sociais.

O marketing caminha muito próximo da psicologia, afinal, ele também se apodera dos estudos para melhor desenvolver estratégias e melhorar a experiência de consumo. Desta forma, o marketing de proximidade tem a mesma lógica do estudo Westgates. Ao definir um mapa das proximidades-chave entre marca e consumidor, nos espaços em que o cliente possa interagir com a marca, é iniciado o processo de atração, que será selado com conteúdo que estreite os laços de ambos, por meio de plataformas e ferramentas tecnológicas.

Com as tendências mobile, o marketing de proximidade ganha uma nova roupagem. Levando em consideração que a maioria das pessoas acessa a internet, sobretudo, as redes sociais através de dispositivos móveis, as marcas começaram a seguir essa direção. Agora, para atrair o consumidor para seu produto ou serviço, e extrapolar as antigas experiências, a tecnologia mobile de marketing aliada ao conceito de proximidade, pode enviar uma mensagem para o público-alvo que está passando perto do seu estabelecimento, por exemplo. Não é mágica, é tecnologia.

Essa tecnologia tem nome e chama iBeacons – que são sinalizadores instalados em locais fechados e possuem a capacidade de se comunicar com os consumidores, através de um velho conhecido, o Bluetooth. Essa ferramenta possibilita criar ações estratégicas e novas experiências que revolucionam a ato de consumir.

Referências:

http://www.adnews.com.br/artigos/marketing-de-proximidade-quando-a-tecnologia-encontra-o-negocio

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *